Enquanto o livro não vem.


Me apaixonei por um fantasma.

entre escombros de mim e

ilusões perdidas em meio ao nada

sou eu quem vive por aí a penar

e de bar em bar caminho sem sossego

são ébrios os passos, assombros noturnos

de um corpo que desaba exaurido de tanto andar

pelos destroços e risos insanos

mais uma vez me levanto

e nos braços de uma esperança mórbida,

entre tropeços e desenganos

adormeço sem te encontrar...



Escrito por Cíntia Rosângela às 15h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, Mulher



Meu humor



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 palavras mortas.
 Túmulo vazio.
 A garganta da Serpente
 Bestiário
 Charles Kiefer
 Carcasse